O Exército brasileiro realiza até amanhã uma operação para proteção das fronteiras do Acre com Peru e Bolívia, a Operação Curare. Segundo a assessoria do Comando Militar da Amazônia (CMA), as principais atividades, além do treinamento de cerca de 700 homens, é a realização de diversas ações de cidadania, como atendimento médico e odontológico.

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a Receita e a Polícia Federal no Acre cooperam com a operação, que começou na segunda-feira.

Segundo a assessoria do CMA, nenhuma prisão ou autuação foram realizadas. A operação visa ainda localizar estradas clandestinas que funcionariam como um corredor de drogas nas fronteiras.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.