Exército combate queimada na Ilha do Bananal, em Tocantins

Três bases de apoio foram montadas para dar suporte ao trabalho de combate

AE |

selo

A força tarefa do Exército que se deslocou nesta quarta-feirta para a Ilha Bananal, na região centro-sul do Tocantins, atuará no "quadrilátero do fogo", região que compreende os municípios de Formoso do Araguaia, Lagoa da Confusão e o Parque Nacional do Araguaia. 

No local é onde se concentra o maior número de focos de incêndio da reserva ambiental. Três bases de apoio foram montadas para dar suporte ao trabalho de combate. O trabalho por terra é reforçado por cinco aeronaves que foram deslocadas de Brasília. 

Com base em informações e imagens de satélite, os órgãos ambientais e de controle já sabem que pelo menos 10 mil quilômetros quadrados da ilha foram destruídos, cerca de 45% da área total, que tem 1,916 milhão de hectares. Só em agosto, o Tocantins já registrou 3.116 focos de queimadas, destes 593 na Ilha do Bananal.

    Leia tudo sobre: incêndiotocantins

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG