demandas da reitoria - Brasil - iG" /

Ex-diretor da UnB diz que recebia demandas da reitoria

O ex-diretor da Editora da Universidade de Brasília (UNB) Alexandre Lima afirmou hoje, em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Organizações Não-Governamentais, que apenas recebia demandas da reitoria e repassava os pedidos à Fundação de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico na Área de Saúde (Funsaúde), instituição que pagava as contas. Lima disse ainda que o trabalho da Editora da UnB era supervisionado pela área técnica da instituição de ensino superior e que todas as prestações de conta eram feitas ao Conselho Indígena de Saúde da Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

Agência Estado |

Ele depôs sobre as acusações de que a editora teria gastado cerca de R$ 370 mil em recepções, decorações e viagens para eventos em 2007, segundo a Agência Senado. De acordo com denúncias do Tribunal de Contas da União (TCU) e do Ministério Público (MP), os recursos supostamente desviados eram de um convênio firmado pela Funsaúde para executar projetos da Funasa. Lima foi o gestor de três convênios firmados entre essas instituições e a Fundação Universidade de Brasília (FUB) que totalizaram valor de R$ 64 milhões.

Segundo o ex-diretor da Editora da UnB, a maior parte dos recursos recebidos era usada na publicação de livros e 2% do total de verbas do órgão ficavam retidos pela universidade como Fundo de Apoio Institucional (FAI). "Sobre esses recursos, a editora não tem nenhum controle", disse. Lima completou dizendo acreditar que o dinheiro era do FAI e que "caberia à Funsaúde examinar o mérito dos gastos".

Ele afirmou ainda que, em 2007, apenas 1,97% do que foi arrecadado pela editora foi gasto com passagens aéreas e que todos os bilhetes comprados tinham relação direta com projetos da editora. Respondendo às indagações do relator da CPI, senador Inácio Arruda (PC do B-CE), Lima confirmou que a mulher dele trabalha como terceirizada na editora, mas que era funcionária do órgão há mais de dez anos quando se casaram. O ex-diretor da editora é funcionário concursado da universidade.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG