Ex-deputado que matou dois em acidente é indiciado

CURITIBA - O ex-deputado estadual do Paraná Fernando Ribas Carli Filho foi indiciado por duplo homicídio com dolo eventual. Ele dirigia um Passat na madrugada do dia 7 de maio, quando se chocou contra um Honda Fit, matando dois jovens.

Redação com Agência Estado |

Divulgação
Ex-deputado estadual do Paraná
Fernando Ribas Carli Filho

O laudo do Instituto de Criminalística do Paraná apontou que ele estava a 167 quilômetros por hora e acertou o carro a uma altura de cerca de um metro do chão.

Em depoimento tomado pela polícia em junho, Carli Filho disse que não se lembrava do que aconteceu na noite do acidente. O ex-deputado tinha 7,8 decigramas de álcool por litro de sangue, o equivalente a, no mínimo, três latinhas de cerveja, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal do Paraná.

Se um motorista é flagrado dirigindo com de dois a seis decigramas de álcool por litro de sangue, sofre sanção administrativa. Acima disso, além de pagamento de multa e recolhimento carteira de motorista, o infrator é detido e responde por crime de trânsito.  

Um recibo fornecido pelo restaurante onde ele estava antes da colisão mostra que Carli Filho consumiu vinho antes do acidente. De acordo com o recibo, ele gastou R$ 705,10, no total, em sua conta, sendo que ao menos três tipos de vinho estão inclusos.

Carli Filho ainda estava com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) cassada desde meados do ano passado. Ele renunciou ao mandato e evitou possível cassação, mas perdeu o foro privilegiado.

O ex-deputado renunciou ao seu mandato parlamentar no dia 29 de maio.


Leia mais sobre:
acidente de trânsito - deputado Carli Filho

    Leia tudo sobre: acidentecarli filho

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG