Evento mundial de astronomia tem 190 atividades no País

Começa hoje o maior evento mundial de divulgação da astronomia já realizado: o 100 Horas de Astronomia (ou 100HA). Universidades, institutos de pesquisa, planetários, museus de ciência e clubes dedicados ao tema propuseram atividades dos mais diversos tipos - palestras, observações públicas com telescópios, filmes, webcasts, etc.

Agência Estado |

Todos os eventos foram cadastrados e estão listados na internet . Qualquer um pode consultar e participar.

A iniciativa recebeu uma ótima acolhida no País, onde foram cadastradas mais de 190 atividades, interesse superado apenas pelos Estados Unidos, que conta com cerca de 400 eventos. O Irã, terceiro colocado, organizará 67 atividades. Até agora, 78 países já confirmaram algum evento para os próximos dias. O 100HA faz parte das comemorações do Ano Internacional da Astronomia (IYA2009, na sigla em inglês), que recorda os 400 anos das primeiras observações astronômicas realizadas por Galileu Galilei.

Os organizadores afirmam que o principal objetivo do 100HA é oferecer às pessoas a possibilidade de observar o céu por meio de um telescópio, tal como Galileu há quatro séculos. O período escolhido para a realização do 100HA - de hoje a domingo - favorece a observação da Lua e de Saturno, visíveis nos dois hemisférios. Alberto Krone Martins, coordenador brasileiro da iniciativa, explica que a visualização de outros astros dependerá da poluição luminosa. “Lua e Saturno permanecem visíveis mesmo quando há muita luz na cidade”, afirma Martins. “Astros menos luminosos desaparecem.” As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG