EUA pedem a governos latino-americanos que defendam liberdade de imprensa

Os Estados Unidos fizeram aos governos latino-americanos um apelo para que defendam a imprensa de qualquer abuso, advertindo que muitos destes desafios têm origem em governos que são reticentes para aceitar críticas, indicou nesta sexta-feira um porta-voz do departamento de Estado.

AFP |

"Pedimos a todos os governos que tomem medidas para garantir a liberdade de expressão e para garantir os princípios da Carta Democrática Interamericana, incluindo a importância de respeitar a liberdade de imprensa", declarou o porta-voz Philip J. Crowley.

"Uma imprensa livre e independente é um elemento vital de qualquer democracia, e representa um papel-chave na promoção da prosperidade humana, da segurança e da dignidade", acrescentou.

"Estes são objetivos importantes compartilhados por todas as nações e povos de nossa região, e muitos dos desafios provêm de governos que são reticentes a aceitar críticas feitas por um meio independente", disse Crowley, sem citar nomes ou países.

Países como Venezuela, Bolívia e Equador foram cenário, nas últimas semanas, de fortes tensões entre os respectivos governos e os meios de comunicação particulares.

jz/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG