Estudo divulgado pela Agência Fapesp indicou que o cérebro de pessoas com degeneração macular, principal causa de cegueira em idosos, reorganizam conexões neurais para se adaptar à mudança na visão. O paciente com a doença passa a focalizar imagens em outras partes da retina que não a mácula, para compensar a perda da visão central.

A pesquisa, feita na Universidade de Tecnologia da Geórgia, nos Estados Unidos, será publicada na edição de dezembro da revista Restorative Neurology and Neuroscience .

Segundo os pesquisadores, não é apenas a perda de estímulos em uma região cerebral que leva a essa reorganização. É importante também que o comportamento do paciente mude. A reprogramação aconteceria quando a pessoa passa a compensar a perda da visão central pela focalização em outras partes do campo visual, periféricas. Segundo a Agência Fapesp, estudos anteriores não eram conclusivos quanto a essa capacidade de reorganização.

A partir de testes para estimular visualmente as regiões periféricas, os pesquisadores observaram em 13 voluntários que houve aumento na atividade nas mesmas áreas do córtex visual que são normalmente ativadas quando pessoas saudáveis focalizam objetos com seu campo visual central, explicou a Agência Fapesp. Os cientistas agora tentarão identificar o tempo necessário para essa reprogramação cerebral passar a processar informações de outras partes do olho, e se existe a possibilidade de treinamento para induzi-la.

AE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.