Estudo da OMS aponta o Brasil como 5º do mundo em mortes no trânsito

A Organização Mundial da Saúde (OMS) publica nesta semana o maior estudo já realizado sobre o impacto dos desastres para a saúde. Nesse relatório, o Brasil aparece como o país com quinto maior número de mortes no trânsito de todo o mundo.

Agência Estado |

A OMS utilizou dados de 2007 e, naquele ano, houve 35,1 mil mortes causadas por desastres com automóveis no País. Em termos absolutos, esse número só é inferior ao da Índia (105,7 mil), China (96,6 mil), Estados Unidos (42,6 mil) e Rússia (35,9 mil).

O Brasil, em porcentagem, ocupa uma posição intermediária, com 18 mortes para cada 100 mil habitantes. Nesse caso, a taxa é superior à dos Estados Unidos (13) e inferior à da Rússia (25), por exemplo. Os maiores índices se concentram no Leste do Mediterrâneo e nos países africanos. Holanda, Suécia e Reino Unido têm as menores taxas, segundo a pesquisa.

Hoje, os acidentes nas estradas já são a décima maior causa de mortes no mundo. Segundo a OMS, esses desastres matam 1,2 milhão de pessoas por ano. Se o ritmo de crescimento das mortes for mantido como nos últimos dez anos, segundo a OMS, o mundo terá 2,4 milhões de mortes em 2030, o dobro do índice atual. Quase metade das vítimas não estava de carro - foram 584 mil pedestres e ciclistas mortos em acidentes, representando 46% das mortes. As informações são do jornal "O Estado de S.Paulo".

    Leia tudo sobre: oms

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG