Estudo afirma que HPV pode causar câncer de pênis

Estudo realizado em pacientes com câncer de pênis pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca) e pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) mostrou que, em 75% dos casos, os pacientes apresentavam o papilomavírus humano (HPV). Até agora, a investigação sobre a relação entre o vírus e a doença estava focada no câncer de colo do útero.

Agência Estado |

O HPV é responsável por quase 100% desses tipos de tumor. Já o câncer de pênis também é associado à falta de higiene e à baixa condição socioeconômica.

Para as mulheres, após o anúncio dos bons resultados da vacina contra o HPV, há pouco mais de um ano, especialistas começaram a questionar sua eficácia contra o câncer de colo de útero. No artigo intitulado “Vacinação contra papilomavírus humano - Razões para Cautela”, publicado na edição de 21 de agosto da revista New England Journal of Medicine , a pesquisadora Charlotte J. Haug também questiona a duração da proteção conferida pela vacina e sua ação sobre o sistema imunológico. “Levando-se em conta que a maioria das infecções por HPV são facilmente debeladas pelo sistema imunológico, como a vacinação afetará a imunidade natural contra o HPV?”

No Brasil, são comercializadas duas vacinas, uma, bivalente, que protege apenas contra os tipos 16 e 18, associados a mais de 70% dos tumores de colo de útero; e outra, quadrivalente, que além de proteger contra os tipos 16 e 18, imuniza contra os tipos 6 e 11, relacionados ao surgimento de 90% das verrugas genitais.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG