Estudantes protestam contra tarifa de ônibus no Espírito Santo e Piauí

Aumento no preço da passagem de ônibus levou estudantes às ruas no dois Estados. Houve confronto com a polícia

iG São Paulo |

Estudantes dos Estados do Piauí e do Espírito Santo realizaram protestos na noite de terça-feira e na manhã desta quarta-feira e na manhã desta quarta-feira contra o aumento nas passagens de ônibus municipais. Na manhã de hoje, por volta das 7h, cerca de 100 estudantes se concentraram em frente ao Palácio Anchieta, no centro de Vitória.

Thiago Coutinho/Futura Press
Ônibus queimando entre grupo de estudantes e policiais nesta quarta-feira, em Vitória
Segundo a Polícia Militar, os manifestantes bloquearam as avenidas Getúlio Vargas e a Princesa Isabel, impedindo o fluxo de veículos. Além do bloqueio, os manifestantes, usando faixas e cartazes e com gritos de ordem, atearam fogo em um ônibus e em alguns cones usados para a sinalização do trânsito. Os jovens querem a redução imediata das tarifas de ônibus da Grande Vitória.

Leia também: Manifestantes danificam 26 ônibus em protesto no Distrito Federal

Segundo a Polícia Militar, ninguém ficou ferido e não houve prisão durante o protesto. Uma outra manifestação contra o aumento aconteceu na última segunda-feira, mas foi pacífico, segundo a PM. Veja imagens do ônibus incendiado :

Piauí

Em Teresina, estudantes entraram em confronto com policiais miliares na tarde desta terça-feira, também contra o aumento das passagens. A tropa de choque foi chamada e houve muita confusão. Segundo a Polícia Militar, os manifestantes interditaram a avenida Frei Serafim, principal corredor dos coletivos da cidade, impedindo a circulação dos ônibus. Veja imagens abaixo:

Alguns coletivos foram depredados, deixando passageiros feridos, e um ônibus foi incendiado. Para dispersar os manifestantes, a polícia usou balas de borracha e bombas de efeito moral. Ao menos 17 manifestantes foram detidos para prestar depoimentos. Os estudantes não concordam com o reajuste no preço da passagem de ônibus, que passou de R$ 1,90 para R$ 2,10.

Na tentativa de encerrar o impasse e buscar uma solução, o Ministério Público do estado e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) se colocaram à disposição para intermediar as negociações.

Em agosto do ano passado, os estudantes também reagiram ao aumento das passagens. O protesto, entretanto, não obteve êxito. Na ocasião, os estudantes reivindicavam a redução do preço das passagens de R$ 1,90 para R$ 1,75. Em meio à ausência de respostas das autoridades públicas da capital piauiense aos apelos dos estudantes, manifestantes organizam para nesta quarta-feira mais um protesto.

José Itamar/Futura Press
Estudantes protestaram contra o aumento das passagens de ônibus, em Teresina

* Com AE e Agência Brasil

    Leia tudo sobre: ônibuesestudantesprotestotarifa de ônibus

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG