BRASÍLIA - Os estudantes que ocupam o prédio da reitoria da Universidade de Brasília (UnB) desde a última quinta-feira recusaram a contraproposta apresentada pela instituição para desocupação do prédio.

Em assembléia geral, cerca de 1,6 mil alunos rejeitaram o documento que continha, entre outras propostas, a construção do restaurante universitário do campus de Planaltina até 2009, a realização de uma reunião do Conselho Universitário na próxima sexta-feira para discussão dos contratos com as fundações e o aumento do número de vagas para estudantes carentes a partir de maio de 2008.

A saída do reitor, que é a principal reivindicação dos estudantes, não estava na proposta. Nesse momento, os estudantes discutem a possibilidade de entrar em greve.

Protesto em defesa do reitor

Cerca de 100 servidores da Universidade de Brasília (UnB) realizaram nesta manhã uma manifestação favorável ao reitor da instituição, Thimoty Mulholland. Com faixas e cartazes, eles se dirigiram ao prédio da reitoria. Na chegada à reitoria, houve tumulto e troca de empurrões entre servidores e alunos. Representantes dos dois lados intervieram e a confusão chegou ao fim. Saiba mais sobre o tumulto .

Leia mais sobre: Unb

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.