Estudantes acusam opositores de Sarney por tumulto

A presidente da Federação dos Estudantes do Maranhão (Fesma), Ana Paula Ribeiro, afirmou que o tumulto no lançamento do livro Honorários Bandidos - que faz uma crítica à trajetória política do presidente do senado José Sarney (PMDB) -, foi iniciada pelos partidários do grupo do ex-governador Jackson Lago (PDT). O nosso protesto foi pacífico, mas eles iniciaram a bagunça com ponta pés e outros tipos de agressões, acusou.

Agência Estado |

"É mentira. O evento era na 'nossa casa', com os nossos convidados. Imagina se nós iríamos iniciar essa bagunça? Eles não foram agredidos. Mas agora foi um a audácia da parte deles invadirem um evento do grupo de oposição ao Sarney, com críticos de Sarney", retrucou o deputado federal Domingos Dutra (PT), um dos organizadores do evento.

Assim como os manifestantes, o grupo ligado ao ex-governador Jackson Lago também irá pedir a abertura de inquérito para apurar o episódio.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG