Estudante universitária mata mãe queimada em Fortaleza

FORTALEZA - Uma estudante de Jornalismo e Letras matou a mãe de 78 anos, no bairro de Fátima, em Fortaleza. O crime aconteceu há 20 dias e a universitária confessou o crime ao delegado Munguba Neto nesta terça-feira.

Agencia Nordeste |

Segundo a polícia, a estudante ateou fogo na mãe enquando dormia na rede do quarto do seu apartamento. A idosa teve 70% do corpo queimado.

Levada para o hospital, a mulher não resistiu e morreu horas depois de ter dado entrada no Instituto José Frota (IJF), maior hospital de queimados de Fortaleza. A jovem, de 21 anos, que é filha adotiva, vai responder por homicídio doloso. Treze testemunhas já foram ouvidas.

Segundo o delegado, a universitária,  que tem o nome preservado pela Polícia, premeditou o crime: "Dois ou três dias antes de provocar o incêndio, ela foi até um posto de combustíveis e comprou um litro de gasolina. Levou o combustível escondido até o apartamento onde morava com a mãe e manteve o material escondido até a madrugada em que encontrou o momento para executar o crime", contou o delegado.

Leia mais sobre: assassinato

    Leia tudo sobre: assassinatofortaleza

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG