Estudante mata colega com golpe de estilete no pescoço

Adolescente do Piauí tenta justificar assassinato dizendo ser vítima de agressões e maus tratos

Wilson Lima, iG Maranhão |

Um adolescente de 14 anos assassinou um colega de classe, de 15 anos, com um golpe de estilete no pescoço, no final da tarde de quarta-feira no pátio da Escola Municipal Joaquim de Oliveira, na zona rural de Corrente, cidade distante 649 quilômetros de Teresina. Ele disse à polícia que se inspirou no massacre que deixou 12 crianças mortas no Rio de Janeiro, na escola municipal Tasso da Silveira.

Segundo informações da Polícia Civil de Teresina, o autor do crime disse em depoimento que era vítima de bullying - o termo em inglês que define agressões e maus tratos que adolescentes submetem outros adolescentes.  O menino de 14 anos afirmou ao delegado Fabrício Gois que era constantemente humilhado e agredido pela vítima.

Na hora do crime, os dois adolescentes estavam esperando o ônibus no pátio da escola. O autor do crime, então, fazia a ponta de um lápis escolar com um estilete e resolveu dar um golpe no pescoço do colega de escola. O garoto afirmou à polícia que não tinha intenção de assassinar o colega de turma, mas confessou à polícia que ficou encorajado a agredir o estudante após acompanhar o massacre no Rio.

Desde quarta-feira, a Escola Municipal Joaquim de Oliveira permanece fechada. Ela somente será reaberta na próxima segunda-feira. O colégio fica a 18 quilômetros do centro da cidade de Corrente. O adolescente autor do crime foi encaminhado para realização de exames psicológicos. O garoto está alojado em uma cela separada na delegacia de Uruçuí, nas proximidades de Corrente.

You need to upgrade your Flash Player

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG