Estudante é morto a tiros em casa de amiga em SP

O metalúrgico e estudante Hélio Alves Júnior foi morto com um tiro nas costas na noite de ontem dentro da casa de uma amiga na região de Aricanduva, zona leste de São Paulo. Conforme o relato da amiga a policiais militares, os criminosos não disseram uma só palavra antes de disparar contra Alves Júnior, e fugiram do local sem roubar nada.

Agência Estado |

Até o final da madrugada de hoje, nenhum suspeito havia sido preso. O caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Metalúrgico e estudante, o rapaz saiu da Escola Estadual Professor Moacyr Campos, onde cursava o terceiro ano do Ensino Médio, e foi até a casa de uma amiga de infância. A visita durou cerca de 40 minutos. Quando o rapaz se preparava para ir embora - ele morava com a família a cerca de 800 metros dali - dois desconhecidos chegaram a pé.

A dona da casa ainda nem havia aberto o portão. Os dois amigos, que estavam na garagem, se assustaram e tentaram correr para dentro da residência. Neste momento, um dos criminosos atirou do lado de fora e baleou Júnior, que caiu próximo à porta de entrada da casa. Ele morreu no local.

Amigos do jovem que preferiram não se identificar contaram que ele havia completado 20 anos na semana passada e o definiram como um rapaz trabalhador e responsável. "Quando a gente saía para a balada ele sempre voltava mais cedo, porque acordava cedo para trabalhar e estudava à noite", contou um deles. Júnior era o segundo de três filhos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG