SÃO PAULO - O calouro de medicina veterinária da Faculdade Anhanguera, Bruno Ferreira, de 21 anos, foi internado na Santa Casa de Leme, no interior de São Paulo, após participar de um trote feito por veteranos da faculdade. De acordo com o hospital, ele deu entrada na unidade com coma alcoólico.

A mãe do jovem disse que Bruno foi amarrado e agredido fisicamente pelos veteranos da Faculdade, que o obrigaram a ingerir grande quantidade de bebida alcoólica.

A polícia da cidade aguarda para esta terça-feira um laudo médico sobre o estado de saúde de Bruno, de 21 anos, para abrir um inquérito policial. Ele saiu do hospital ainda na segunda-feira.

A Faculdade Anhanhguera se posicionou "totalmente contra o trote violento" em uma nota divulgada. A instituição informa que abriu uma sindicância para apurar a responsabilidade da agressão e diz que tomará as medidas cabíveis.

Leia mais sobre: trote

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.