O estudante Diego Henrique Soares, de 18 anos, foi preso neste domingo, 15, sob a acusação de atirar contra seu pai e a madrasta dele em Ribeirão Pires, na Grande São Paulo. O motorista Vagner dos Santos Soares, de 48 anos, morreu no Hospital São Lucas.

A madrasta foi alvejada na mão direita, na cabeça e nas costas. Não há informações sobre o estado dela. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), Diego contou à polícia que não suportava mais as agressões do pai contra a mãe dele.

O crime ocorreu na casa da família, na Estrada Soma, 137, bairro Ouro Fino. Às 2h15, o jovem chegou ao local na companhia de sua namorada e do casal. A madrasta carregava o filho que ela tivera com Vagner, de 1 ano. Cerca de 30 minutos depois, Diego teria efetuado os disparos. Inicialmente, o estudante afirmou que ele e o pai haviam sido vítimas de roubo. Mais tarde, entanto, ele teria confessado. A mãe de Diego mora em outra residência situada no mesmo terreno.

Os tiros partiram de um revólver calibre 38, pertencente a Vagner. A arma foi encontrada em um matagal nos fundos da casa. Os policiais descobriram que se trata de produto de furto. Preso por homicídio qualificado, Diego seria encaminhado ao Centro de Detenção Provisória de Mauá.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.