A Promotoria de Darmstadt, no oeste da Alemanha, anunciou nesta sexta-feira que tinha aberto uma investigação por danos corporais graves contra a cantora do grupo pop No Angels, Nadja Benaissa, por não ter informado a vários parceiros sexuais de que era soropositiva.

Segundo a ata de acusação, a cantora de 27 anos manteve entre 2000 e 2004 cinco relações sexuais sem proteção com três parceiros diferentes. Benaissa não havia informado a eles que era portadora do HIV, condição da qual ela tinha conhecimento desde 1999.

"Ela estava consciente de que cada relação sexual não protegida poderia causar a transmissão do vírus", indicou a Promotoria em um comunicado.

Está comprovado que um de seus três parceiros sexuais passou a ser portador do HIV depois de um encontro com Benaissa, indica o documento.

O grupo No Angels, formado em 2000, ganhou fama na Alemanha graças a sua participação em um reality show.

stu-mca/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.