Estréia de Woody Allen na ópera recebe críticas positivas

LOS ANGELES ¿ A estréia de Woody Allen como diretor de ópera em Gianni Schicchi recebeu boas críticas nesta segunda-feira, depois da estréia de uma nova interpretação do tríptico de Puccini no final de semana em Los Angeles.

Redação com AFP |

"A melhor escolha do mundo para a conclusão cômica do tríptico (...) Trabalho de gênio, 'Gianni Schicchi' é para morrer de rir", indicou a crítica do Los Angeles Times, que elogia também o olfato do diretor da ópera, Plácido Domingo, na escolha de Allen, de 73 anos.

Brian Leerhuber, Brently Heilbron e Steven Cody em "Gianni Schicchi", última
ópera de um trio composto por Puccini, dirigida por Woody Allen/ AP

As duas primeiras óperas em um ato desta peça de Puccini, mais melodramáticas, "Il Tabarro" e "Suor Angelica", foram dirigidas por outro cineasta, William Friedkin, diretor de "O Exorcista" e "Operação França".

"O 'Gianni Schicchi' (de Allen) constitui um adaptação inteligente, uma encenação criativa dessa comédia, sofrendo apenas de uma liberdade de encenação lamentável no final", considerou o crítico do New York Times.

O tríptico de Puccini será apresentado até 26 de setembro em Los Angeles.

Leia mais sobre: Woody Allen , ópera

    Leia tudo sobre: woody allenópera

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG