Estreia amanhã comédia sobre desilusões amorosas

O time de beldades impressiona mas, uma a uma, não resiste. A beleza de Jennifer Aniston, o charme de Drew Barrymore, a elegância de Jennifer Connelly, a graça de Ginnifer Goodwin ou mesmo o sex appeal de Scarlett Johansson - nenhuma passa batido à onda de desilusões amorosas que dita a comédia romântica Ele Não Está Tão a Fim de Você , que estreia amanhã nos cinemas do País.

Agência Estado |

Baseado best-seller de autoajuda Ele Simplesmente Não Está a Fim de Você (editora Rocco), dos roteiristas da série de TV Sex and the City , Greg Behrendt e Liz Tuccillo.

Como entender os homens sem desculpas é a proposta do livro e do filme, que retrata pequenos dramas em histórias que se relacionam ao longo da trama. Uma garota (Goodwin) que passa horas grudada ao telefone esperando que o cara (Kevin Connolly) ligue após o primeiro encontro, o que nunca acontece. Ou um marido (Bradley Cooper) de conduta até então impecável, que se deixa seduzir pela loira (Johansson) da fila do supermercado. E como explicar a conduta do namorado (Ben Affleck) de sete anos que se recusa a levar a relação (Aniston) ao altar?

Como quadros clínicos, as situações são apresentadas e definidas como exemplos de mulheres que sabem fazer rir, é verdade, mas não interpretar os sinais que os homens emitem quando, entre um gracejo e outro, querem dizer justamente o que alardeia o título: que não estão a fim delas. Por falta de chance, coragem ou caráter, o que se vê são corações partidos. Mas a premissa do filme é corajosa: é possível decifrar os sinais de que é hora de partir para outra.

Para fugir do (evidente) rótulo de filme de mulherzinha, sob a direção de Ken Kwapis ( Quatro Amigas e um Jeans Viajante ) homens também têm boa dose de rejeição. "A mesma quantidade de homens que vão atrás de mulheres e são rejeitados por elas, é igual ao volume de mulheres rejeitadas por homens", conta o diretor, em entrevista para a produtora Playarte. "Todos tendemos a ver a vida pelo prisma das nossas esperanças, e o resultado é que não enxergamos o que está diante dos nossos olhos. Homens podem não dedicar tanto tempo e energia dissecando a vida amorosa como as mulheres, mas cometem tantos erros e interpretam os sinais tão mal quanto elas."

Para Kwapis, há um trunfo que diferencia o filme da comédia romântica tradicional. "Muitas vezes, o riso desenfreado vem de coisas que as estão deixando tensas." Mas nem tudo está perdido. Há tempo para reconciliações e novos casais. Afinal, toda regra tem exceções. As informações são do Jornal da Tarde.

Ele Não Está Tão A Fim de Você (EUA). Estreia amanhã (27/03). Diretor: Ken Kwapis. Com: Ben Affleck , Drew Barrymore, Jennifer Aniston, Jennifer Connelly, Scarlett Johansson. 129 minutos. Censura: 12 anos.

    Leia tudo sobre: cinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG