Estrangeiros passam a pagar multas de trânsito no Brasil

A Polícia Rodoviária Federal conseguiu cobrar hoje multas de 18 motoristas estrangeiros em Uruguaiana, na fronteira com a Argentina, e de nove em SantAna do Livramento, na fronteira com o Uruguai, depois de ser autorizada pela Justiça a reter os automóveis de infratores em débito. Até então, os condutores de outros países que violassem as normas de trânsito brasileiras não se sentiam obrigados a pagar as multas porque não estavam sujeitos a sanções.

Agência Estado |

O quadro mudou hoje, quando uma decisão tomada pela 4ª Turma do Tribunal Regional Federal na quarta-feira passada entrou em vigor, permitindo a apreensão dos veículos. Ao passar pela fiscalização em Uruguaiana, um motorista argentino teve de quitar 13 multas pendentes dos últimos três anos. Ele desembolsou R$ 3,4 mil para poder seguir viagem. O superintendente da PRF no Rio Grande do Sul, Vanderlei Langer, estima que motoristas estrangeiros tenham deixado de pagar R$ 30 milhões em multas por infrações cometidas no Estado desde 2001.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG