Estou convencido de que reforma na Previdência é difícil, diz Lula

BRASÍLIA - Durante a solenidade de posse do novo ministro da Previdência, deputado José Pimentel (PT-CE), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou estar convencido de que é difícil qualquer reforma da Previdência passar no Brasil ou em qualquer país do mundo.

Carollina Andrade - Último Segundo/Santafé Idéias |


Eu já me dei por convencido de que uma reforma da previdência precisa ser feita para a próxima geração, ou seja, nós temos que pensar em uma reforma para daqui trinta anos. Assim, nós podemos garantir um novo patamar de benefícios para os trabalhadores que vão se aposentar ou que vão receber benefícios, ressaltou Lula.

Em relação ao déficit previdenciário, Lula ressaltou não considerar que seja um déficit. O problema que muitos consideram um déficit da previdência social, eu não considero um déficit. O déficit da previdência quase que é um déficit do tesouro nacional, porque várias verbas que foram aprovadas para seguridade social são contabilizadas pelo tesouro e vai para previdência apenas o montante do déficit, informou

O presidente acrescentou ainda que várias coisas estão em andamento no ministério da Previdência Social. Dois anos e meio atrás nós vivíamos embaixo de várias críticas de jornais, sobre as filas do INSS, mas não sei se vocês perceberam que não existe mais esta notícia. Foi montado um trabalho muito sério e estas filas diminuíram substancialmente e, é por isso que não tem notícia, informou.

Leia mais sobre: Previdência - José Pimentel

    Leia tudo sobre: ministério da previdência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG