Estátua colossal de Marco Aurélio é descoberta na Turquia

ANKARA ¿ Os restos de uma estátua colossal que representa o imperador Marco Aurélio nas termas romanas de Sagalassos, atual Aglasun, província de Burdur (oeste da Turquia), foram descobertos por uma equipe de arqueólogos belgas e turcos.

AFP |

Os arqueólogos descobriram na quarta-feira, 20 de agosto, uma representação da cabeça de Marco Aurélio, de uma altura de 90 cm, assim como o braço direito segurando um globo, ambos em ótimo estado, disse o curador do museu de Burdur, Haciali Ekinci. Calcula-se que a estátua devia ter uma altura de 4,5 metros, disse o arqueólogo.

As pernas do imperador, que reinou de 161 a 180 dC, também foram desenterradas pela equipe liderada pelo professor belga Marc Waelkens da Universidade Católica de Lovaina, acrescentou. Sagalassos, habitada até o século VII DC, foi destruída nessa época por vários terremotos e caiu no esquecimento.

O professor Waelkens realiza desde 1985 pesquisas nesse local rico em tesouros arqueológicos. A mesma equipe de arqueólogos já havia descoberto nesse sítio partes de outra estátua colossal, a cabeça, a tíbia e um pé do imperador Adriano que reinou de 117 a 138 dC.

Leia mais sobre: arqueologia

    Leia tudo sobre: arqueologia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG