Estados Unidos devolve 3,6 toneladas de fósseis pré-históricos à Argentina

Os Estados Unidos devolverão à Argentina mais de 3.600 quilos de fósseis pré-históricos, confiscados há dois anos por agentes americanos em uma exposição em Tucson, no estado do Arizona (sudoeste), informou na quinta-feira a embaixada de Washington em Buenos Aires em um comunicado.

AFP |

São ao todo 3.681 quilos de fósseis, que incluem elementos como pinhas de coníferas e ovos de dinossauros, e que chegarão a Buenos Aires nos próximos dias, segundo o comunicado à imprensa.

As peças, que possuem valor de mercado estimado entre 5.000 e 6.000 dólares cada, foram confiscadas em 2006 por funcionários do Escritório de Imigração e Aduanas do departamento de Segurança Interna americano durante uma exposição de pedras preciosas e minerais em Tucson.

A devolução faz parte de um acordo assinado na quinta-feira pela subsecretária do escritório, Julie Myers, pelo embaixador americano, Earl Anthony Wayne, e pelo secretário da Cultura da Argentina, José Nun.

"Estes fósseis pertencem legitimamente à Argentina e a seu povo", disse Myers. O departamento "está trabalhando para identificar esta atividade ilegal e devolver os elementos contrabandeados a seus países de origem", afirmou.

Segundo o comunicado, o Escritório de Imigração e Aduanas americano realizou uma investigação exaustiva a respeito das circunstâncias que envolveram a chegada dos fósseis aos Estados Unidos, mas ainda não iniciou nenhum processo legal.

Desde que foram confiscadas, as peças foram mantidas em um depósito no sul da Califórnia sob custódia do Estado.

jos/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG