Estados da Região Sudeste e o DF receberão verba do BID para combater a violência

BELO HORIZONTE - O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) assinou na tarde desta terça-feira um acordo que garante o repasse de US$ 900 mil não reembolsáveis para os Estados de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e para o Distrito Federal. Os recursos serão aplicados no combate à violência.

Redação |

Acordo Ortográfico

Essa é a primeira remessa de dinheiro do BID para segurança pública no Brasil. Os Estados atuarão de forma conjunta e a verba deve ser aplicada em projetos de combate à criminalidade.

Secretários dos órgãos de Segurança Pública de todos os estados beneficiados e do Distrito Federal participaram da assinatura do termo de cooperação.

O representante do BID no Brasil, José Luís Lupo, disse que a instituição tem cerca de US$ 16 bilhões investidos no Brasil. O prazo de execução do termo é de dois anos a partir da assinatura do acordo.

Lupo espera que a iniciativa melhore a capacitação e aparelhamento das polícias e incentive a troca de experiências entre os Estados.

Como funciona o acordo

Os beneficiados formarão um comitê coordenador para definir o destino dos recursos obtidos. Os secretários de segurança serão responsáveis pela escolha dos nomes que farão parte deste grupo.

Os Estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro destinarão sua fatia na verba para formar uma estrutura de tecnologia da informação. O objetivo é integrar os dados entres as polícias civil e militar. Minas Gerais também utilizará os recursos para fomentar ações ligadas à cultura cidadã no trânsito.

No Espírito Santo, será desenvolvido o Observatório da Violência, que buscará dados sobre a Região Sudeste. No Distrito Federal está previsto o apoio à preparação de um programa integral de segurança pública.

José Lupo explicou que o BID continuará investindo na área de Segurança Pública, embora esse não seja um campo de atuação típico do órgão de fomento.

Leia mais sobre: BID - combate à violência

    Leia tudo sobre: bidriosão pauloviolência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG