Estado do Rio ainda tem duas mil casas em áreas de risco

RIO DE JANEIRO ¿ Pelo menos duas mil casas permanecem em áreas de risco de deslizamento em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, segundo o balanço da Defesa Civil do Estado divulgado nesta terça-feira. De acordo com o levantamento, 10.013 pessoas estão sem residência no Estado do Rio em função das chuvas, sendo 7.300 desalojadas e 2.713 desabrigadas.

Redação com Agência Estado |

  • Você tem mais informações? Envie seu relato
  • Veja a previsão do tempo para a sua cidade
  • Veja a galeria de fotos das enchentes
  • Temporais continuam em 14 Estados e no DF

    Acordo Ortográfico Os municípios de Campos dos Goytacazes e Carapebus, no Norte Fluminense, Silva Jardim e Rio Bonito, nas Baixadas Litorâneas, Paracambi, na Baixada Fluminense, e Barra do Piraí, no Vale do Paraíba, permanecem em situação de emergência.

    A cidade de Campos dos Goytacazes é a mais afetada pelas chuvas. Segundo a Defesa Civil municipal, aproximadamente oito mil pessoas estão desalojadas ou desabrigadas. Um dos locais mais atingidos é Ururaí. O rio, que leva o mesmo nome do distrito, está seis metros acima de seu nível normal e a ponte sobre o córrego está parcialmente interditada. Somente veículos leves estão autorizados a atravessar. Caminhões devem passar pela Estrada dos Ceramistas.

    Ontem, o secretário de Saúde e Defesa Civil, Sérgio Côrtes, realizou uma inspeção na região e afirmou que dois helicópteros do Estado estão sendo usados para resgatar a população de regiões isolada pelas águas, como Aleluia, Batatal, Imbé e Lagoa de Cima. Côrtes também determinou que equipes médicas façam mutirão para vacinar moradores em áreas de risco. O objetivo é combater o surgimento de doenças como a tifo.

    Divulgação

    rio bonito

    Deslizamento em encosta de Rio Bonito

    Rio Bonito

    Um show gospel beneficente será realizado nesta terça-feira, às 19h, no Clube Tamoio, em São Gonçalo, em prol das vítimas das chuvas em Rio Bonito. Para participar do show, cada pessoa deverá levar alimentos não perecíveis, materiais de higiene pessoal, leite de em pó, roupas de frio infantil, fraldas, roupas intimas, toalhas de banho ou colchonetes.

    O município de Rio Bonito foi o segundo mais afetado pelas fortes chuvas no Estado do Rio. De acordo com a Defesa Civil município, 1.350 pessoas estão desalojadas e 80 estão desabrigadas. No total, 151 residências já foram completamente destruídas e outras 144, parcialmente.

    Na tarde desta segunda-feira, representantes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente da prefeitura de Rio Bonito e do Departamento de Recursos Minerais (DRM) do governo do Estado fizeram uma vistoria na localidade do Bosque Clube, para avaliar os estragos provocados pela chuva. Nesse local, existem várias encostas com risco de desabamento.

    Leia mais sobre: chuvas


    • Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG