Ainda é grave o estado de saúde do cinegrafista da TV Record, Alexandre Silva de Moura, de 36 anos, ferido após a queda do helicóptero da emissora, quarta-feira de manhã, na zona sul de São Paulo. De acordo com informações divulgadas hoje pela assessoria de imprensa do Hospital Israelita Albert Einstein, o quadro de Moura é estável.

Ele permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em coma induzido. Ele teve politraumatismo e passou por intervenções cirúrgicas para controlar a hemorragia na região torácica e abdominal e para conter o inchaço cerebral.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.