Estado de Eloá é gravíssimo, diz diretora de hospital

A menor Eloá, ex-namorada de Lindembergue Alves, está no centro cirúrgico no Centro Hospitalar Municipal de Santo André, no ABC paulista. Segundo Rosa Maria de Aguiar, diretora do hospital e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) na cidade, ela levou dois tiros, na cabeça e no abdome, e corre risco de morte, que de 0 a 10, de acordo com ela, é de 9.

Agência Estado |

A diretora disse que o estado de Eloá é gravíssimo. A refém perdeu muito sangue e massa encefálica.

No início da noite, sites de internet e emissoras de TV chegaram a anunciar a morte de Eloá, de 15 anos, informação que não foi confirmada pelas assessorias do Palácio dos Bandeirantes, da Secretaria de Segurança Pública (SSP) e da Prefeitura de Santo André.

O caso teve início na tarde de segunda. Inconformado com o fim do relacionamento com Eloá, Lindembergue, de 22 anos, invadiu o apartamento do Conjunto Habitacional de Santo André. Além da ex-namorada, estavam no imóvel Nayara, de 15 anos, e mais dois garotos. Os meninos foram libertados pouco depois da invasão. Lindembergue autorizou a saída de Nayara no fim da noite de terça, mas, na manhã de quinta-feira, ela voltou ao cativeiro. O retorno teria sido permitido pela polícia como parte da estratégia de negociações.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG