Entidades da sociedade civil vão fazer, em quatro sessões, julgamento simbólico do Estado brasileiro sobre desrespeito aos direitos humanos em um tribunal popular que fará as audiências de instruções. As sessões ocorrerão na quinta e na sexta-feira na Faculdade de Direito do Largo São Francisco, em São Paulo.

De acordo com os organizadores, a meta “é se contrapor às celebrações oficiais dos 60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos ao julgar o Estado brasileiro pelas práticas sistemáticas de violações de direitos”. Entre os quatro casos escolhidos estão a criminalização de movimentos sociais. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.