Inaugurado em 22 de dezembro, o estacionamento conjugado com o metrô na Estação Santos-Imigrantes (Linha 2-Verde), na zona sul de São Paulo, está superlotado. No dia 3, sexta-feira, havia 230 veículos em uma estrutura construída para abrigar 117.

A média, nos dias úteis, é de 260 veículos. Com tanta procura, a Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) já promete abrir um segundo local, vizinho à área, até 2010.

Neste mês deve ser inaugurado o estacionamento conjugado com o Metrô Corinthians-Itaquera (Linha 3-Vermelha), na zona leste. E a companhia promete lançar licitação para mais sete equipamentos até 2010. O valor da tarifa em cada local pode variar. Ao todo, a Companhia conseguiu nesse período atrair para o metrô aproximadamente 13,5 mil passageiros que substituíram o meio de transporte privado pelo público para fazer parte dos deslocamentos. O estacionamento conjugado permite que o motorista deixe o carro ou a moto ali e continue o trajeto como passageiro do metrô.

Com um cartão de bilhete único diferenciado, o usuário do sistema paga R$ 8,15 na Imigrantes e tem direito a deixar o veículo por até 12 horas, além de receber duas passagens para usar o transporte público. Horas adicionais custam R$ 1. De 22 de dezembro a 30 de março, 11.638 veículos usaram o equipamento, e segundo a companhia, foram arrecadados R$ 42.826,80. O Metrô recebe 60% do valor pago pelos usuários quando o número de utilizações ultrapassa 2,5 vezes o número de vagas (292 no caso dos veículos, portanto). Abaixo disso, o dinheiro fica exclusivamente com o operador - a Cia. Park Estacionamentos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.