Espírito Santo confirma duas mortes por leptospirose

VÍTÓRIA - A Secretaria da Saúde do Espírito Santo confirmou duas mortes causadas por leptospirose. Os exames realizados nas vítimas ainda são preliminares e os resultados definitivos devem ser sair em até 30 dias.

Redação com Agência Estado |

Acordo Ortográfico

As vítimas são um jovem de 14 anos, morador de Vila Velha, que morreu no dia 10 de dezembro, e um senhor de 63 anos, morador de Vitória, que faleceu no domingo. Após os resultados obtidos no Laboratório Central (Lacen) da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), amostras de sangue dos pacientes foram encaminhadas para exames em unidades do Ministério da Saúde em Belo Horizonte, São Paulo e Rio.

Desde o início de novembro, quando começaram a ocorrer as chuvas mais intensas, foram confirmados preliminarmente 25 casos de leptospirose no Espírito Santo. Os casos foram registrados nos municípios de Cariacica (04), Pedro Canário (02), Itaguaçu (01), Vila Velha (06), Santa Maria de Jetibá (02), Muniz Freire (01), Alegre (02), Serra (01), Laranja da Terra (01), Marechal Floriano (01), Castelo (01), Itapemirim (01), Vitória (01) e Baixo Guandu (01).

No Espírito Santo, os municípios de Vila Velha, Domingos Martins, Iconha, Baixo Guandu, Pancas, Vargem Alta, Cachoeiro de Itapemiri, Marechal e Guarapari declararam estado de emergência após as chuvas.

Divulgação

Caminhão passa por bolsão d´água formado em rodovia em Pancas, no Espírito Santo

Entre os sete municípios, a situação mais grave aconteceu em Vila Velha. Na cidade, 700 pessoas foram desalojadas, 25 desabrigadas e 375 casas foram danificadas e cinco destruídas. O cenário de desastre é parecido em Vargem Alta, onde 107 pessoas foram desalojadas, 19 desabrigadas, 75 casas foram danificadas e três destruídas.

Leia mais sobre: chuvas - Espírito Santo

    Leia tudo sobre: espírito santoleptospirosemortamortalidademorte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG