Especialistas falam o que há de verdade científica nas crendices populares

Especialistas falam o que há de verdade científica nas crendices populares Por Marcela Rodrigues Silva São Paulo, 04 (AE) - Você troca a lâmina pela cera de depilação para que os pelos não cresçam mais grossos? E foge da vitamina de manga com leite porque faz mal? Convidamos nove especialistas em saúde e beleza para esclarecer essas e outras questões polêmicas. Algumas delas estão no livro Não engula o Chiclete - Mitos, Meias Verdades e Mentiras Descaradas sobre o Corpo e a Saúde (Editora Martins Fontes, R$ 34,50), que traz 80 mitos populares reunidos pelos pediatras americanos Aaron Carroll e Rachel Vreeman.

Agência Estado |

Por aqui, o médico José Gobel, um dos presidentes da Sociedade de Pediatria de São Paulo, também ouve várias histórias sobre crendices no consultório. "São coisas difíceis de explicar ou negar, pois vêm da cultura popular e familiar. É complicado explicar que não faz mal, mas também não faz bem, uma vez que não há explicações cientificas para ambas as respostas", diz ele.

Para a professora de Antropologia da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC), Maria Helena Villas Bôas, alguns mitos são mais perigosos que engraçados. "Algumas ideias passadas de geração em geração são pouco questionadas e ganham força por meio da nossa observação do cotidiano. Mas algumas afirmações, em geral as ligadas à saúde, são nocivas se levadas a sério", diz.

Cylmara Gargalak Aziz Silveira, gastroenterologista pediátrica do Hospital São Luiz; David Gomez, do Serviço de Queimaduras do Hospital das Clínicas; Flávio Aloe, neurofisiologista do Laboratório do Sono do Hospital das Clínicas; Monica Elias Jorge, nutricionista do Departamento de Nutrição da USP; Maria Fernanda Gavazzoni, dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia; José Roberto Filassi, chefe do Departamento de Mastologia do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo; Luciano Barsanti, presidente da Sociedade Brasileira de Tricologia e Jacob Faintuch, clínico geral do Hospital das Clínicas, completam o nosso time dos caçadores de mitos.

- Toranja queima gorduras?
A fruta, conhecida como grapefruit, ficou famosa por isso. Mas, segundo a Associação Dietética Americana, "nenhum alimento pode 'queimar' as calorias da comida". Ou seja: se você perde peso com a toranja, provavelmente é porque
está deixando de comer outra coisa mais calórica.

- Após comer, espere duas horas para tomar banho e ir à piscina.

É uma bobagem, garante Gabel. "Quando a criança entra na piscina, tende a movimentar-se muito. É isso que pode causar um mal estar", diz ele, explicando que após a refeição o fluxo sanguíneo se concentra no aparelho digestivo e outras partes do corpo podem ficar menos favorecidas. No caso do banho, como não há movimentos bruscos, não há problema.

- Arrancar o primeiro fio de cabelo branco faz aparecer outros?
"Quando um primeiro fio branco aparece é o sinal de que o período desses fios nascerem chegou e nada será possível fazer para paralisar a fase", esclarece Barsanti. Se é mentira que arrancar o fio branco acelera o efeito grisalho, é verdade que o hábito é prejudicial. "Quando um fio de cabelo é arrancado à força, ele sai com a matriz do cabelo. Sem ela, o fio de não voltará a crescer", completa.

- Chiclete engolido fica grudado no estômago por 7 anos?
É mito. O doce tem aromatizantes, adoçantes, corantes e amaciantes. "Todas estas substâncias impedem que as enzimas da saliva humana o dissolvam. Mas, se engolido, ele passará pelo mesmo processo de qualquer alimento, que não dura mais do que duas horas", diz Cylmara. No fim, acabará eliminado nas fezes.

- Manga com leite faz mal?
A história da manga com leite remete ao tempo da escravidão. Para evitar que os escravos roubassem o leite das vacas, disseminou-se a crença de que a mistura da manga com o leite era prejudicial, podendo levar à morte. Segundo Mônica, a mistura é só uma vitamina, sem contraindicações. "A manga tem diversas vitaminas
e nutrientes, assim como o leite. Exceto para quem tem alergia ao leite, essa vitamina é bem saudável", garante.

- Não se acorda um sonâmbulo!
Há quem diga que acordá-lo pode levar a enfarte e até a lesões cerebrais. Segundo Aloe, não há estudo que comprove isso, mas ele desaconselha a interação com o sonâmbulo por meio de estímulos fortes. "Como o indivíduo vai estar meio dormindo, meio acordado, ele não acordará facilmente, mas poderá ficar confuso com tantos estímulos e reagir de forma negativa, agressiva", esclarece. O indicado é conduzi-lo, gentilmente, até o local mais seguro.

- Desodorante antitranspirante provoca câncer de mama?
Se o câncer é de mama, ele não poderá surgir na axila - que não tem ligação com o órgão mamário. "Só quando o câncer surge na mama e fica invasivo é que pode ir para os nódulos linfáticos, não ao contrário", esclarece Filassi. Este mito nasceu de uma hipótese mirabolante: a de que o produto impediria o corpo de eliminar as toxinas pelo suor, que ficariam retidas e provocariam alterações no DNA. "Nós suamos pelo todo corpo. Esta explicação não tem nenhum fundamento", completa.

- Dormir de cabelo molhado e andar descalço provocam resfriado?
"Lavar o cabelo no frio, com água morna, não deixa ninguém resfriado, tampouco andar, por pouco tempo, com os pés no chão", garante Jacob Faintuch. Segundo ele, as principais causas do resfriado são: imunidade baixa, aglomeração e queda brusca de temperatura. Também não há evidências científicas de que dormir com o cabelo molhado provoque resfriado, mas o médico desaconselha a prática. "O que não se deve é, no frio, tomar banho em água muito gelada, ou permanecer em local aberto sem agasalhos", aconselha o médico , lembrando de mais mitos. "Dizem que tomar cachaça e conhaque quando se está resfriado melhora os sintomas. É um mito perigoso, pois o álcool pode, na verdade, fazer a imunidade cair."

- Passar manteiga e creme dental alivia as queimaduras?
Além de não ajudar, isso atrapalha a avaliação do médico, que terá de lavar o local para analisá-lo, podendo prolongar a dor. "Essas atitudes podem até aumentar as chances de infecção no machucado", diz Gomez. Queimou? Corra até o médico.

- Se raspar os pelos com lâmina, eles ficarão mais grossos?
Não é verdade. "Nada faz com que a estrutura do pelo mude. Assim como depilar com cera ou pinça não diminui a quantidade, que é fixa, raspar também não os torna grossos ou pretos", diz Maria Fernanda. Segundo ela, a vida do pelo tem três fases: anágena (produção do pelo), catágena (seu enfraquecimento) e telógena (mais fino, prestes a morrer). "Quando raspamos o pelo com a lâmina ele se mantém na fase catágena e dá a impressão de que ficou mais grosso, mas está só em sua forma natural", completa. A depilação com cera só antecipa a terceira fase do pelo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG