Especialistas explicam como trabalham e traçam perfil dos clientes

Especialistas explicam como trabalham e traçam perfil dos clientes Por Fernanda Brambilla São Paulo, 07 (AE) - A roupa está no seu armário há mais de um ano e você não usou? Livre-se dela, pois você não vai mais usá-la. Abaixo, outras consultoras de moda explicam como trabalham e que conselhos costumam dar aos seus clientes.

Agência Estado |

- BIA KAWASAKI - www.biakawasaki.com.br
Bia tem um trabalho parecido com o de Milla, mas não acredita em análise de cores. Se a cliente não puder acompanhá-la às compras, vai sozinha. Ao analisar o guarda-roupa, fotografa peças, elabora looks e faz um CD. "Muitas imprimem e montam um painel."

- Quem é o tipo de público que procura esse serviço?
Bia Kawasaki - Existe um preconceito de achar que quem contrata é brega, mas é o oposto. A maioria tem boa noção. Quem chama vem de caso pensado, querem sair do básico, incrementar.

- Você seleciona cores específicas que cada pessoa deve usar?
Bia Kawasaki - Não determino isso, acredito no uso democrático de cores. O certo e o errado tem a ver com biotipo. Estilo, cada um tem o seu. De resto, indico até cirurgia plástica se achar que vale.

..................................................................................................

RENATA VIEIRA - www.renatavieira.com.br
Renata segue os mesmos passos de Milla e elabora um dossiê no power point com modelitos montados com peças do closet. Mas não discute cabelo.

- Existe um perfil comum de quem procura esse tipo de serviço?
Renata Vieira - A maioria é mulher na faixa dos 30: exigentes, com estabilidade econômica. Muitas acabaram de se casar, se separaram ou subiram de cargo.

- Homens procuram o serviço?
Renata Vieira - Eles não estão "surtando" como as mulheres, mas se preocupam cada vez mais com comprimentos de paletós e sapatos. Atendo muitos em grupos.

- Existe um erro clássico?
Renata Vieira - Normalmente, a roupa que a pessoa não usa é que é a certa. Ela até tem no guarda-roupa, acha bonito, mas não usa porque teme ousar.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG