Wall-E : animador brasileiro conta como foi trabalhar na produção - Brasil - iG" /

Especial Wall-E : animador brasileiro conta como foi trabalhar na produção

EMERYVILLE (EUA) - O paulista Guilherme Jacinto é um dos integrantes da equipe de animadores de Wall-E. Na Pixar desde setembro de 2007, ele conta como funciona o processo de animação.

Marcela Tavares |

Como você decidiu pela carreira de animador?

Eu sempre gostei muito de computadores e de desenhar. E quando vi o primeiro filme em 3D, vi que era isso que queria fazer.

Que formação você teve e como veio parar na Pixar?

Meus pais vieram morar na Califórnia e eu comecei a estudar na Academy of Arts University. Alguns dos animadores da Pixar dão aula lá e eu consegui um estágio de três meses. Daí fiquei mais um ano só estudando para terminar o curso e quando terminei fui convidado para trabalhar aqui.

E que tal trabalhar no estúdio?

É um sonho, a cultura de trabalho deles é incrível porque te da muita liberdade, de expressar suas idéias, Posso vestir o que quiser para vir trabalhar. Os horários também são flexíveis, se você já fez seu trabalho ninguém fica no seu pé para que você fique mais tempo.

Como o trabalho é dividido entre os animadores?

Você recebe uma cena, ou um grupo delas para animar. O chefe de animação decide para quem vai cada cena de acordo com o perfil de cada animador. Uns são bons com comédia, outros com cenas de ação, que são as minhas favoritas, porque posso explorar como os personagens pensam e se sentem.

Como vocês recebem as informações para começar a animar?

Recebemos uma série de storyboards e conversamos muito com o diretor para saber o que aquela cena representa na historia, que emoções ele quer passar com ela, o que ele quer ver. Nesse momento as câmeras já estão posicionadas e você tem que fazer o personagem se movimentar seguindo aquelas marcações, é exatamente com um ator em um filme.

E para chegar na movimentação ideal dos personagens, o que você faz?

Eu faço desenhos, atuo a cena diante do espelho para ter uma boa idéia de como vou ter que mexer o personagem e daí passo para o computador. O diretor vem, analisa e conversa para ver se tudo esta como ele tinha imaginado, e vou fazendo os ajustes.

Depois de fechada uma cena, o que acontece com ela?

Os desenhos ainda estão bem feinhos no momento da animação porque ainda não receberam os detalhes que a equipe de iluminação e renderização vai colocar depois. Depois que uma cena é animada ela passa para a iluminação, onde muitas vezes problemas surgem porque como estamos trabalhando com cenários e personagens não detalhados, ao finalizar detalhes de repente a mão de um personagem pode aparecer no meio de uma mesa. Daí ela volta para a animação e a cena é refeita. Temos que ser cuidadosos no trabalho de animação justamente para tentar evitar ao máximo situações em que cenas precisam ser refeitas depois de terem sido renderizadas.

Qual o seu filme favorito da Pixar?

Eu adoro "Toy Story", mas "Procurando Nemo" é meu favorito

Os brasileiros vão gostar de "Wall-E"?

É ficção científica e os diálogos são poucos, Wall-E fica a maior parte sozinho, mas não tem como não se apaixonar por ele.

Confira trailer, entrevistas e os bastidores da nova produção da Pixar no especial "Wall-E"

Leia mais sobre o filme "Wall-E"

A jornalista viajou a convite da Disney .

    Leia tudo sobre: cinemawall-e

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG