Uma escultura que representa Jesus Cristo morto numa cadeira elétrica, exposta na catedral de Gap (sudeste da França), está provocando reações variadas.

Batizada de "Pietá", a escultura de Paul Fryer, que representa a paixão de Cristo, valeu críticas ao monsenhor Jean Michel di Falco, bispo de Gap e de Embrun, que organizou a exposição e para quem a polêmica é um fator positivo.

"Ninguém fica indiferente ante essa obra, mas falar de polêmica é algo falso", explicou Di Falco à AFP.

Em compensação, a exposição serve de pretexto para um debate sobre Jesus Cristo, reconheceu o bispo.

Além do mais, segundo ele, a escultura fez com que muita gente que não ia há tempos a uma igreja resolvesse fazê-lo só para ver a obra.

est-jd/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.