Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Escrivão mata investigador na zona sul de SP

Uma discussão no interior de um bar, no número 179 da Rua José Carlos dos Santos Marques, a menos de 150 metros da delegacia do Jardim Herculano (100ºDP), zona sul de São Paulo, na noite desta terça-feira, terminou com a morte do investigador Coliston Araújo Toribio, de 45 anos, que trabalhava no mesmo distrito policial.

Agência Estado |

Baleado pelo escrivão José Raimundo Coelho, que também trabalha no 100ºDP, o investigador não resistiu aos ferimentos causados pelos dois tiros, na testa e no peito, chegando morto no Hospital Municipal Moysés Deutsch, no Jardim Ângela.

Após atirar contra o colega, Coelho caminhou até a delegacia, onde se entregou. A Corregedoria da Polícia Civil é quem dará prosseguimento no inquérito policial.

A discussão entre os dois policiais começou por volta das 21 horas no interior do bar. Era aniversário de Araújo, que havia completado 45 anos nesta terça-feira. Não se sabe ainda o motivo da briga. Irritado, o escrivão foi até a delegacia, pegou uma arma e voltou para o estabelecimento comercial, onde atirou contra o investigador, que morava ao lado do bar.

Leia tudo sobre: assassinatosão paulo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG