Escritora Zélia Gattai morre; corpo será cremado

Foi confirmada no final dessa tarde, aos 91 anos, a morte da escritora Zélia Gattai, musa e eterna companheira do escritor mais lido da Bahia Jorge Amado. Os médicos do Hospital da Bahia, apontaram a falência múltipla de órgãos como causa, oficializada pouco antes das 17 horas.

Agência Estado |

Zélia passou por pelo menos quatro internamentos, depois de uma queda doméstica, ano passado.

Os filhos de Zélia e de Jorge Amado, João Jorge e Paloma Amado, decidiram pela cremação do corpo da escritora. Em sua antiga e tradicional morada no Rio Vermelho, durante cerimônia a ser marcada, as cinzas serão espalhadas. Zélia foi vítima de insuficiência cardíaca e edema agudo pulmonar, e submeteu-se a pelo menos três outras internações, para tratar, inclusive, de uma queda.

Médico dela e de Jorge, Jadelson Andrade era amigo do casal, e chefia a equipe do Hospital da Bahia que atendeu Zélia durante um mês, e também acompanhou Jorge Amado em sua doença terminal. Desde ontem ela respirava com suporte de ventilação e parou de reagir à medicação.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG