Uma romancista francesa de origem senegalesa, Marie NDiaye, é a primeira escritora a receber o prêmio mais importante das letras francesas, o Goncourt, desde 1998, anunciou nesta segunda-feira o júri.

NDiaye recebeu o Goncourt por seu romance "Trois femmes puissantes" (editora Gallimard), enquante o Renaudot, outro prêmio de prestígio na França, foi atribuído a Frédéric Beigbeder, por "Un roman français" (Grasset).

Estes dois prêmios são decididos no mesmo dia em um grande restaurante de Paris, o Drout, e coroa todos os anos os que se transformaram em astros da temporada literária francesa.

ame/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.