Escritor espanhol alega que filme de Woody Allen é plágio de seu livro

Esplugues de Llobregat (Espanha), 7 jul (EFE).- O escritor espanhol Alexis de Vilar foi à Justiça de seu país alegando que o filme Vicky Cristina Barcelona, do diretor americano Woody Allen, tem muitas semelhanças com um de seus livros.

EFE |

Ele entrou com o processo ainda em janeiro e reitera que a produção passada na cidade espanhola contém "numerosas coincidências e paralelismos" com o romance "Goodbye, Barcelona", escrito e registrado em 1987.

Segundo De Vilar, "Vicky Cristina Barcelona" - lançado em setembro de 2008 - têm similaridades no roteiro, locações, personagens e até na época em que se passa.

A juíza que conduz o caso chamou o escritor para prestar depoimento mês passado, segundo a firma de advogados que o representa.

Não está descartada a presença do próprio Allen, para que esclareça aspectos sobre a elaboração do roteiro.

Segundo De Vilar, "Goodbye, Barcelona" foi finalista de prêmios na Espanha e passou por diversas editoras espanholas e estrangeiras, além de produtoras cinematográficas, mas só foi lançado em outubro de 2008 - depois do estreia da produção de Woody Allen. EFE.

cho/dp

    Leia tudo sobre: woody allen

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG