Escritor austríaco Johannes Mario Simmel morre aos 84 anos

O escritor e jornalista austríaco Johannes Mario Simmel, autor de clássicos da literatura mundial, faleceu na quinta-feira aos 84 anos, informou nesta sexta seu advogado.

AFP |

O autor, cujo livro "Nem só de caviar vive o homem" vendeu 30 milhões de exemplares em todo o mundo, morreu no dia 1º de janeiro em uma casa de repouso na cidade suíça de Zug. A causa do falecimento não foi revelada.

Simmel vendeu mais de 73 milhões de livros ao longo da carreira, e sua obra foi traduzida para mais de 30 idiomas.

O escritor nasceu em Viena, no dia 7 de abril de 1924. Seu pai, Walter Simmel, um judeu alemão, era químico, e sua mãe, Lisa, trabalhava em um estúdio de cinema local.

Metade de sua família morreu em campos de concentração nazistas durante a Segunda Guerra Mundial.

Após o fim da guerra, Simmel trabalhou como tradutor para o exército americano na Áustria, seguindo depois para o jornalismo, antes de começar a publicar uma série de contos de ficção.

Além de "Nem só de caviar vive o homem", obra que trouxe o reconhecimento internacional, J. M. Simmel publicou best sellers como "Ainda Estamos Vivos" e "Ninguém é uma ilha".

ale/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG