Escolha do tênis é fundamental para praticar corrida de forma saudável

Para praticar a corrida de forma saudável, um dos pontos mais importantes é a escolha do tênis que melhor atende às necessidades de quem vai se exercitar e, principalmente, que ofereça conforto. O mercado possui diversos modelos nacionais e importados.

Agência Estado |

E o professor de atletismo da Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU), Celso Buchler Teixeira, afirma que a qualidade dos produtos nacionais não deixa nada a desejar em relação aos produtos vindos de fora.

“Para quem vai começar, o importante é um tênis que ofereça um bom amortecimento, pois o impacto é estressante para o corpo pelo movimento repetitivo. Quem é experiente sabe como amortecer melhor a passada. E é bom preferir solos de menor impacto, como grama ou terra, para começar”, aconselha Teixeira. De acordo com o professor, um atleta iniciante dá 1.200 passadas por quilômetro percorrido, enquanto o experiente dá 700 passadas para a mesma distância.

O professor de ortopedia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Felipe Alloza, explica que o calçado também precisa oferecer estabilidade e pontos mais firmes sem compressão de tensões e nervos, além de boa ventilação. “Os tênis são importantes ferramentas na prevenção de lesões podendo participar do mecanismo de dissipação de energia, resultado em uma menor carga e esforço, principalmente dos membros inferiores e coluna”, afirma.

O formato do pé e a posição da pisada também são dois fatores importantes na escolha do calçado. “Quem tem o pé plano, geralmente, pisa para o lado de dentro e o muito côncavo para o lado de fora. Há tênis de estabilidade e amortecimento adequados para cada um”, comenta o professor de atletismo. A pisada pode ser neutra, de pronação (inclinada para o lado de dentro e que coloca o peso no arco do pé) ou de supinação (com inclinação excessiva para o lado de fora colocando o peso na parte externa). “Para qualquer tipo de pisada ou pé, não basta preço e beleza, o tênis tem de trazer conforto. Flexibilidade e menos costuras na parte da frente também ajudam a não machucar o pé. Na hora de escolher, coloque o tênis na loja e ande com ele”, indica Teixeira.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG