As cirurgias de lipoaspiração e lipoesculturas foram suspensas a partir de hoje em todas as clínicas e hospitais do Espírito Santo, por tempo indeterminado. Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), a decisão foi tomada com o objetivo de evitar novos casos de pacientes contaminados por micobactérias, que estariam em equipamentos usados durante as cirurgias.

Segundo a secretaria, um caso foi confirmado em julho, na Grande Vitória, e a paciente está sob tratamento. Outros 12 casos estão sob investigações.

De acordo com a secretaria, foram encontrados microbactérias nas cânulas usadas durante os procedimentos das cirurgias. As amostras de cânulas com resíduos recolhidas estão em análise no Laboratório Central (Lacen).

A liberação de retomada dos procedimentos estará condicionada à compra de novos equipamentos e materiais cirúrgicos e a comprovação da compra através de notas fiscais, segundo a secretaria.

A decisão foi tomada pela Secretaria Estadual de Saúde, em conjunto com o Ministério Público Estadual (MPE), com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Regional Espírito Santo (SBCP-ES) e com a Cooperativa dos Cirurgiões Plásticos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.