Érika Ikezili traz miscigenação oriental no Brasil à SPFW

A miscigenação japonesa mesclada com a diversidade presente no Brasil foi retratada com muitas estampas de flores, renda e coloridos. No frio de 13ºC desta manhã, a estilista Érika Ikezili mostrou sua coleção de verão cheia de vestidinhos, shortinhos e regatas entre os templos e as carpas do Pavilhão Japonês, no Parque do Ibirapuera, zona sul de São Paulo.

Agência Estado |

As primeiras peças surgiram na passarela de pequenas pedrinhas em amarelo, laranja, vermelho e branco, passaram para o verde, o azul e o roxo, e terminaram no azul marinho e preto com pink. O carro-chefe da coleção foi o vestido, que veio larguinho (ora curto, ora na altura do joelho), com a cintura marcada por largos cintos ou fitinhas, com muitos babados e renda. O modelo em azul com estampas de flores verdes com uma capa branca presa nos ombros representou leveza e movimento. Outro, com um belo trabalho de renda apenas no meio das costas, deu um toque de sofisticação e feminilidade. Para completar, alguns looks receberam o uso de suspensórios cheios de detalhe.

As estampas tiveram inspiração nas formas circulares da obra de Tomie Ohtake, nos bichos - como onça e zebra -, que foram aplicadas em formato de patchwork e na influência árabe e africana no Brasil, que foi incorporada aos vestidos que se assemelharam a kimonos. Dentre os tecidos, radiosa max, take, tricoline e transparências em chiffon e tule criaram vestidos rodados e vaporosos. Atenção para as peças que tinham detalhes em formato de dobradura (blusinhas e alguns shorts curtinhos), uma referencia a cultura japonesa e suas origens. Nos pés, rasteirinhas com detalhes de crochê em alumínio e pedras brasileiras.

    Leia tudo sobre: spfw

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG