Equipes de resgate encontram mais 3 corpos do AF 447

Por Fernando Exman RECIFE (Reuters) - Mais três corpos foram encontrados pelas equipes de resgate que trabalham nas buscas pelo Airbus A330 que desapareceu no domingo passado quando fazia o voo AF 447 da Air France com 228 pessoas a bordo. Agora, já são cinco os corpos localizados.

Reuters |

"Após intensa atividade noturna, mais três corpos foram localizados nesta madrugada", disse o capitão Giucemar Tabosa Cardoso, da assessoria de imprensa da Marinha.

Segundo ele, os corpos foram transferidos para a fragata Constituição, que já levava os dois cadáveres do sexo masculino encontrados no sábado. Os três últimos corpos ainda não tiveram o sexo identificado.

A fragata teve de fazer um retorno para buscar os outros três corpos e, por isso, só chegará a Fernando de Noronha na segunda-feira. Lá, os corpos passarão por uma catalogação inicial e depois serão transportados para o Recife para a identificação. Inicialmente, os dois primeiros corpos encontrados chegariam ao Recife no domingo.

"Não há ainda uma previsão de quando esses corpos chegarão ao Recife", disse o assessor da Marinha.

O Instituto Médico Legal (IML) do Recife já se prepara para receber os corpos. A polícia isolou as ruas de acesso ao edifício do IML para evitar tumultos no local.

Segundo a assessoria de imprensa da Força Aérea Brasileira (FAB) e da Aeronáutica, outros corpos estão sendo avistados pelos navios e deverão ser recolhidos nas próximas horas. No início da noite, um novo balanço deve ser divulgado.

"Centenas de itens estão sendo localizados e estão sendo armazenados a fim de serem dados os devidos destinos a todo esse material", disse a jornalistas o tenente-coronel Henry Munhoz, da assessoria de imprensa da FAB.

De acordo com o assessor da Marinha, a fragata reportou "que estaria navegando em um mar de destroços".

Munhoz destacou que a FAB e a Marinha deixarão de divulgar detalhes sobre os objetos que estão sendo recolhidos dos passageiros da aeronave, que desapareceu sobre o Oceano Atlântico depois de decolar do Rio de Janeiro rumo a Paris.

"Pegamos, relacionamos todo esse material e apresentamos aos familiares. Se eles desejarem, eles comunicam à imprensa o que foi localizado", disse o assessor da FAB. "O que a gente não quer é criar uma tensão maior e um sofrimento maior a essas famílias que estão apreensivas."

Os corpos e os destroços estão sendo recolhidos por botes ou por içamento. De acordo com a FAB, a análise dos pedaços do avião será responsabilidade dos franceses.

"Os destroços da aeronave estarão à disposição das autoridades francesas aqui em Recife para o fim que eles acharem melhor para esses itens", comentou.

A previsão do tempo para este domingo em toda a região das buscas é desfavorável para o cumprimento das missões das aeronaves, devido à redução de visibilidade e às formações meteorológicas.

Além dos cinco navios da Marinha do Brasil que se encontram na região, as buscas passaram a contar no domingo com a fragata Ventose, da Marinha francesa. No ar, as buscas são feitas com 12 aeronaves brasileiras e duas da França.

O voo AF 447 tinha 216 passageiros de 32 nacionalidades, incluindo sete crianças e um bebê. Segundo a Air France, 61 eram franceses, 58 brasileiros e 26 alemães. Dos 12 tripulantes, um era brasileiro e os demais franceses.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG