Equipe de TV suíça deixa a Colômbia por ameaças

Uma equipe de televisão suíça foi obrigada a abandonar a Colômbia depois de receber graves ameaças quando filmava um documentário sobre o julgamento de um chefe paramilitar, anunciaram nesta terça-feira as emissoras suíça TSR e franco-alemã Arte em um comunicado.

AFP |

O produtor suíço-colombiano Juan Lozano e a produtora Intermezzo Films, com sede em Genebra, receberam "graves ameaças e a segurança da equipe não podia ser garantida", afirmam a TSR e ARTE, que financiavam o documentário em conjunto.

O cineasta e a equipe rodavam há três semanas um documentário com o título "Impunity" sobre "um dos mais importantes processos en curso contra um dos chefes militares vinculados à matança de milhares de civis", acrescenta o comunicado.

As ameaças chegaram por e-mail, segundo Lozano declarou à agencia suíça ATS.

Segundo o produtor, as ameaças procedem de meios ligados aos paramilitares, que o acuasam de fazer propaganda na Europa contra o presidente colombiano Alvaro Uribe.

dro/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG