Enterro de padre Adelir deve ser realizado amanhã no PR

Os restos mortais do padre Adelir de Carli, de 41 anos, que morreu quando tentava realizar um vôo com balões de gás, devem chegar amanhã, por volta das 10 horas, a Paranaguá, litoral do Paraná. O corpo foi liberado hoje, por volta das 19 horas, do Instituto Médico Legal de Macaé (RJ).

Agência Estado |

A expectativa era de que ele chegaria hoje à Paróquia São Cristóvão, onde era pároco, mas a burocracia fez com que fosse atrasada a liberação.

Segundo o padre Bruno Bach, que o substituiu como pároco, uma vigília começaria por volta das 23 horas para aguardar o corpo. Uma missa solene deve ser celebrada por volta das 16 horas pelo bispo da diocese, dom João Alves dos Santos, que viajou ao Rio de Janeiro ontem, com o intuito de liberar o corpo. Logo depois da missa, os restos mortais serão levados para Ampére, a cerca de 650 quilômetros de Paranaguá, no sudoeste do Paraná, onde vive a maioria dos familiares de Carli, para o sepultamento.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG