Engenheiro é preso por suspeita de racismo contra segurança em São Paulo

SÃO PAULO - O engenheiro Alexandre Semenoff, de 59 anos, foi preso em flagrante na manhã desta terça-feira, acusado de racismo contra um segurança de uma escola em São Paulo.

Redação |

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, crianças brincavam no pátio de uma escola infantil, na rua Vicente Leporace, zona sul da capita paulista, quando Semenoff passou a xingar os estudantes.

O segurança, então, pediu para que o engenheiro parasse de dizer palavrões e os dois começaram a discutir. Durante a discussão, Alexandre teria passado a mão no próprio braço e dito: "olha a sua cor".

Testemunhas chamaram a Polícia Militar e o engenheiro foi detido e indiciado por injúria qualificada por preconceito racial. O crime é inafiançável e, se condenado pela Justiça, ele pode pegar uma pena de até três anos de prisão.

Leia mais sobre: preconceito

    Leia tudo sobre: crimeescolaracismo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG