Enfermeira morre em perseguição policial em Campinas

Uma enfermeira de 22 anos foi atropelada e morta ontem à noite durante uma perseguição policial, em Campinas, a 95 quilômetros de São Paulo. Segundo informou o relações públicas do 47º Batalhão de Policiamento Militar do Interior, tenente Paulo Bueno, um carro da Força Tática passava por uma estrada na região do bairro Campo Grande, na periferia da cidade, quando começou a seguir um veículo roubado.

Agência Estado |

Na perseguição, a moto da enfermeira foi atingida e ela foi atropelada.

Ao ser identificado pela patrulha, o suspeito tentou fugir por uma das principais avenidas da cidade. Segundo informou a Polícia Militar (PM), o carro seguiu em alta velocidade e ziguezagueava pela pista. Ao desviar de um ônibus, bateu na motocicleta em que estava a enfermeira. A vítima foi arremessada contra o ônibus, caiu no chão e o carro em fuga passou por cima dela. O veículo da polícia também atropelou a vítima.

Policiais levaram a enfermeira ao Hospital Celso Pierro, da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Campinas, onde ela morreu, na madrugada de hoje. O suspeito fugiu no veículo que havia sido roubado em Hortolândia, a 15 quilômetros de Campinas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG