Pelo menos 20 de um total de 100 casas do loteamento Jardim Europa, em Itu, São Paulo, foram interditadas pela Defesa Civil municipal em razão do risco de desabamento. Os imóveis foram construídos numa encosta que está cedendo por causa das chuvas.


A prefeitura deu prazo até esta quinta-feira para que as famílias desocupem os imóveis, mas elas resistem. Nesta quarta-feira, o secretário de Habitação, José dos Santos, foi ao bairro na tentativa de convencer os moradores a aceitarem a transferência para um abrigo municipal. Ele garantiu que a prefeitura dará ajuda para a recolocação das famílias em outro local.

O loteamento foi comercializado pela empresa Global Terra sem a infraestrutura completa. O muro de arrimo construído para escorar a encosta caiu com as primeiras chuvas, em dezembro. O chão começou a se partir.

O morador Luiz Antonio Carvalho comprou o lote de 70 metros quadrados em 2003 por R$ 13 mil. A casa de quatro cômodos está comprometida por rachaduras. Na residência de Ana Soares, um dos quartos desabou e móveis e escombros rolaram numa ribanceira de 15 metros. Mesmo assim, a família continua no que restou do imóvel.

A prefeitura alega não ter aprovado o loteamento. Moradores entraram na justiça contra a loteadora para receber indenização. Representantes da empresa não foram localizados.

Leia mais sobre: chuvas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.