BRASÍLIA - O encontro do presidente Luiz Inácio Lula da Silva com o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), deve ficar para sexta-feira. Antes de falar com o peemedebista, Lula quer enquadrar o PT em jantar com a bancada dos senadores marcada para hoje à noite.

A preocupação do governo é preparar terreno para a conversa com Sarney, uma vez que o senador já comunicou ao governo que só ficará na presidência da Casa "se tiver tropa". Ele quer a garantia do apoio dos petistas.

O senador Renan Calheiros (PMDB) afirmou nesta quainta-feira que essa crise serviu para aproximar PT e PMDB. De acordo com o Renan, 55 senadores apoiam a permanência de Sarney no cargo.

    Leia tudo sobre: lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.